Fechar
Indique um Amigo
Indique o Formação Cursos para um amigo agora!
Basta preencher os campos abaixo.
Fechar
Deixe seu Depoimento
Gostaríamos de saber sua opinião sobre a experiência de realizar um de nossos cursos. Por isso separamos essa área para você deixar o seu depoimento.
Fechar

Lembrar Senha:

Cadastro

Cartão Formação

0 cursos/concursos selecionados

Saldo: creditos

+ adicionar

INSTITUCIONAL

Tribunal Federativo de Arbitragem Cristã  é uma instituição privada, sem fins lucrativos, denominada  auxiliar da justiça, criada sob a égide da Lei Federal 9.307 de 23 de setembro de 1996, que tem por objetivo administrar conflitos e litígios que lhe forem submetidos, pelo método de mediação conciliação e arbitragem.

 

Nossa instituição tem como objetivo, propiciar aos vários setores da sociedade, a utilização de uma ferramenta ágil que soluciona, de fato, conflitos, problemas, controvérsias das mais diversas ordens dentro de um prazo bastante curto e rápido, e com a mesma garantia judicial dada pelo Poder Judiciário Estatal.

 

O Tribunal Federativo de Arbitragem Cristã tem a finalidade de confirmar e reforçar o sentido de cidadania pela cooperação com o Estado na pacificação dos conflitos de interesses entre os cidadãos. Com uma visão altruística e futurista, esse Tribunal se une àqueles que acreditam ser possível à resolução das controvérsias existentes entre as partes, de uma forma equânime, justa, eficiente e rápida.

A arbitragem é conhecida e utilizada no mundo todo, cuja inspiração provém de todos os Países denominados “primeiro mundo”, que adotaram-na para solução dos conflitos sociais e de rápida e efetiva prestação jurisdicional.

 

O clima em que é desenvolvida a arbitragem é menos formal e mais flexível do que a justiça comum.

Não há o trauma jurídico e o rigor processual presentes na justiça comum, normalmente as partes voltam a realizar outras negociações, de modo que, não existe a figura do vencedor e do vencido, do ganhador e do perdedor.  O sentimento que há entre as partes é a certeza de que a justiça foi feita e a cidadania praticada.

 

A Arbitragem contribui no desafogamento do judiciário, consequentemente, proporcionará melhores condições para que o judiciário se dedique aos litígios que envolvam interesse público ou direitos indisponíveis.

 

PagSeguro

FEMICJP - BRASIL - AQUI

 

TRIBUNAL FEDERATIVO DE ARBITRAGEM CRISTÃ
INSTITUTO DE EVANGELISMO MUNDIAL - CNPJ: 10.242.375/0001-11